quinta-feira, 17 de maio de 2007

Aquele Abraço

Ontem, dia 16 de maio, foi realizada a 5ª edição do, já consagrado, Prêmio Tim de Música. Como é costume do projeto, o premio homenageia a cada ano um artista importante para a musica brasileira, sendo esse ano o grande compositor Zé Kéti.
Em virtude disto, muito se falou na mídia em uma verdadeira festa do samba. O primeiro show da noite foi de Milton Nascimento cantando Opnião. Acho a escolha errada, podiam convidar cantores com maior historia no samba, como por exemplo o próprio Elton Medeiros que também se apresentou ao lado da cantora Negra Li para abrir a festa já que oi grande parceiro de Zé Kéti.
Mas os pontos fracos começaram mesmo na talvez mais famosa musica do homenageado. A Voz do Morro não é e nunca poderá ser a de Gilberto Gil. O excelentíssimo ministro “não é o samba”, muito menos “o rei dos terreiros”, “natural do Rio de Janeiro”. Se o premio queria alguém com o tão falado “apelo Pop” que chamassem Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, que estão mais na mídia. Não sei a quantas anda sua saúde, mas imaginem uma dupla homenagem nesse momento com Jamelão interpretando a musica. Ou ainda uma união das Velhas Companheiras, velhas guardas de Mangueira e Portela juntas, mostrando ao mundo e aos jovens de hoje que assim como Zé Kéti construiu a historia musical do samba, transformando-o em gênero maior da nossa cultura.
E não é que o samba possui uma categoria própria na premiação. E começo com um elogio. Assim como havia dito na postagem anterior sobre o cd do Guilherme de Godoy, o premio de melhor disco de samba foi para um cd independente. O vencedor foi Tantinho da Mangueira, com o cd “Memórias em Verde e Rosa”. Quanto ao melhor cantor, também nada há de se contestar. Zeca Pagodinho se tornou unanimidade, e o fato de ser ídolo de muita gente apenas por estar na moda, não tira o mérito dele, que sempre defendeu o samba verdadeiro.

Quanto aos outros dois prêmios da categoria, muito há de se questionar. A melhor cantora de samba para os julgadores do premio é também a melhor cantora da categoria pop/rock. Só isso seria o suficiente para causar certo desconforto. Tudo bem que a Marisa Monte produziu discos da Velha Guarda da Portela, gravou com Paulinho da Viola e Mauro Diniz, mas isso não a torna cantora de samba, mas sim uma grande colaboradora do gênero.
Mas o pior estava por vir. O premio de melhor grupo de samba estava entre 3 concorrentes. O já mais do que consagrado Fundo de Quintal, o grupo revelação Galocantô e, sei lá por que loucura, o grupo Quarteto em Cy (não tem uma categoria MPB?). o resultado foi o esperado. Ganhou o grupo Fundo de Quintal. Mais do que merecido, afinal, o grupo fez muito pelo samba, lançou o movimento do pagode na década de 80 (o pagode verdadeiro não o pagode pop), trouxe junto à sua trajetória artistas como Beth Carvalho, Jorge Aragão, Sombrinha, Arlindo Cruz, Neoci, e o próprio Zeca Pagodinho. Mas esse mesmo grupo não podia ganhar o premio de melhor grupo de samba pelo CD “Pela Hora”. Não é justo com a historia honrosa do Fundo de Quintal, que infelizmente vem a cada ano se tornando mais parecido com grupos como o Revelação e menos com aquele que era antes.
Diante de um grupo em declínio musical (opinião pessoal minha que pode ou não ser compartilhada.), um grupo de MPB (sigla que até hoje não entendi, ou o samba, o frevo, o funk, o sertanejo, não são musicas, populares e brasileiras? Ta bom o funk num é musica mas o resto se encaixa perfeitamente nessa definição.), e um grupo que vem surgindo com força no cenário do samba carioca, eu fico com a boa juventude.
E continuamos na luta para sermos sempre o samba de Zé Kéti, mostrando ao mundo que temos valor e trazendo a alegria para milhões de corações brasileiros. Aos outros, “Aquele Abraço”.

3 comentários:

diogosili disse...

boa mlk!

17 de maio de 2007 14:44
Guga disse...

Realmente, Quarteto em Cy, que eu já vi num show e é espetacular, disputar na categoria grupo de samba não dá...!
Fundo de quintal acabou. Ponto. Saudemos o seu passado.
E viva o Galocanto.

20 de maio de 2007 22:46
Bruno Ribeiro disse...

Parabéns pelo blog, Gabriel. Nossa luta é a mesma! Axé!

23 de maio de 2007 01:34
 

©2009Dois do Samba | by TNB